Apoios

APDL – Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo

A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) é a entidade gestora da atividade desenvolvida na Via Navegável do Douro e nos portos marítimos de Leixões e de Viana do Castelo.

A Via Navegável do Douro estende-se por 208 quilómetros, desde a foz do rio Douro até Barca d’Alva, na fronteira com Espanha, e em toda a sua extensão circulam lado a lado embarcações de recreio e de transporte de mercadorias. Anualmente, o número de turistas que visita o Douro ultrapassa o milhão.

O Porto de Leixões é o segundo maior porto artificial do país e canaliza exportações para 184 países. A atividade desta estrutura portuária, que movimenta mais de 6,6 milhões de toneladas de mercadoria por ano, representa 6% do PIB nacional.

Em Viana do Castelo, o porto engloba atividade comercial, de recreio e de pesca. A estrutura do Porto de Viana do Castelo acolhe os Estaleiros Navais, em atividade desde 1944, considerados os maiores estaleiros de construção naval do país.

 

Farmácia Barreiros

Aberta 24H, 365 dias por ano, a Farmácia Barreiros é a sua Farmácia de Serviço.

Conta com uma jovem equipa de mais de 30 farmacêuticos, disponibilizando uma vasta gama de serviços farmacêuticos como a preparação individualizada de medicação – Serviço Farmapack® – ou a preparação de medicamentos manipulados – nos Laboratórios da Farmácia Barreiros. Os seus utentes têm ainda ao seu dispor a Ortopedia Barreiros e a Optica Barreiros onde equipas de profissionais altamente especializados estão preparados para os servir nas mais variadas necessidades destas áreas.

Visite-nos!

 

Fundação Vasco Vieira de Almeida

Origem

A Fundação Vasco Vieira de Almeida foi instituída a 13 de dezembro de 2016 pela Vieira de Almeida (VdA) e tem como fim principal a promoção da educação para a cidadania, dando continuidade ao paradigma de intervenção cívica, social e cultural do sócio fundador da VdA, Vasco Vieira de Almeida e aprofundando o compromisso de responsabilidade social da firma enquanto única instituidora da Fundação.

Missão

Tendo como fim principal a educação para a cidadania, a Fundação procura contribuir para a construção de uma sociedade mais informada, integrada, inclusiva e para o incremento da responsabilidade cívica, utilizando a educação, o conhecimento e a cultura como veículos para a promoção dos Direitos Humanos e do Estado de Direito, pretendendo afirmar-se como um interveniente ativo em Portugal neste domínio.

 

Santa Casa da Misericórdia de Santo Tirso

A Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Santo Tirso, instituída em 3 de julho de 1885, trata-se de uma IPSS que orienta a sua missão para a promoção de respostas adequadas à prossecução dos seus fins e às necessidades diagnosticadas na comunidade, contribuindo para o desenvolvimento local e proteção de grupos sociais mais vulneráveis. Tendo como matriz institucional a área da saúde e educação, desenvolveu ao longo dos anos serviços de apoio social a grupos como a terceira idade, infância e comunidade.

A Misericórdia de Santo Tirso desenha a sua visão estratégica direcionada para a melhoria da qualidade dos serviços prestados, potenciando a melhoria contínua junto dos colaboradores, parceiros e entidades envolvidos na sua ação. Os valores e princípios orientadores são inspirados nas catorze obras de Misericórdia de proteção e promoção da humanidade. A sua atuação baseia-se no respeito pela dignidade humana, ética, humanização dos serviços prestados, criatividade, inovação e qualidade. Assim, desde 2010 encontra – se implementado o Sistema de Gestão da Qualidade certificado pela APCER, tendo em 2018 alcançado a nova versão do referencial, Norma ISO 9001:2015.

 

Santa Casa da Misericórdia de Vila do Conde

A Santa Casa da Misericórdia de Vila do Conde é uma Instituição Particular de Solidariedade Social de ereção canónica sem fins lucrativos fundada em 1510. A sua principal missão consiste na prática das 14 Obras de Misericórdia.

Dispõe de diversos serviços na área social, particularmente na terceira idade, deficiência, infância e apoio aos mais desfavorecidos, assim como na área da saúde, cultura, turismo e culto católico.